9.30.2012

The old piano and the melancholic pianist



Memórias dum passado triste, leva-as o vento com as folhas que o Outono salpica na paisagem onde me perco, nos encontros e desencontros da vida, quando desenlaçamos as mãos e escapamos um ao outro.
 Rostos manchados de lágrimas são vultos nos espelhos para os quais não olho, porque não preciso olhar. Aprendi a acreditar no que sou e em que sou, e então, a dor deixou de deslizar dentro de mim como um rio. Secou com as lágrimas que caíram no velho e melancólico piano que já não toca, baladas tristes, para os gatos dos telhados. Desfaço-me em notas e torno-me a música que te invade e te faz dançar, como as libélulas durante a noite, em redor das lâmpadas. Os teus cabelos acaricia-os a brisa que te bate no rosto e te beija quando olhas o mar, que enrola os teus mistérios nas ondas e os leva.
Penso em ti. Penso em mim. Penso em nós. E então, os meus dedos deslizam sobre o velho piano, para que não haja mais espaço para melancolia, entre as melodias de amor que os gatos gostam de ouvir. Acredito no que além, onde a brisa dorme e os mistérios que o mar devora se perdem, haja um futuro melhor, e que um dia, em vez do vento levar as memórias triste com as folhas do vento, traga as felizes, e que, da próxima vez que as lágrimas tocarem no velho piano, sejam lágrimas de emoção. Lágrimas de quem, conseguiu aquilo que sempre quis e que, apesar de tudo, triunfou na vida e foi feliz.

92 comentários:

  1. Tenho a dizer que adorei este texto e espero que lágrimas de tristeza não voltem a tocar nesse piano :)

    ResponderEliminar
  2. Foi um dos teus textos mais comoventes que alguma vez li, fico feliz em saber que voltaste a escrever da forma que mais gosto!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Aproveitando isto para dizer que sim, acho que por agora, a inspiração está cá e os meus melancólicos textinhos vieram para ficar, durante pelo menos os próximos tempos.
      ahahah.

      Eliminar
  3. obrigada ihih :)
    é a minha banda favorita!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. A minha também :o Apesar de agora não ter nenhuma música deles no Blogger.

      Eliminar
  4. Respostas
    1. Eu também. É me muito difícil escolher uma música favorita porque eu adoro-as a quase todas... claro que há uma ou outra que gosto menos, mas é das poucas bandas que eu não consigo dizer: '' não gosto desta música deles. '' Porque realmente eles têm um trabalho incrível e um talento ainda maior... É impossível não se gostar :)

      Eliminar
  5. um texto profundo, gostei muito... qualquer tipo de texto que escrevas está otimo :)

    ResponderEliminar
  6. Tu não sabes o quanto pensei "que escrita fantastica" enquanto li e devorei este texto, não sabes pois não?
    Então, coração ENORME que não sei quem és, digo-te com toda a franqueza, tens uma maneira bela de transmitir o que
    sentes, não sei que te magoou, mas ultrapassa essa dor e transforma-a em vitoria, transforma-a em "lagrimas de
    emoção" há muito na vida pelo que sorrir! Sorri por isso...vive por aquilo e grita pelo que ainda nao descubriste
    que é bom para ti...
    TRIUFA e nunca te sintas só, porque o velho piano sempre estará lá para te tocar um nota quando o leite da manha
    esbarrar contra os cantos secos da tua boca*

    Passei, gostei e irei ficar se não te importares! Passa no meu *

    Pensando com Arte,
    bllmaescritadeumcoracaoviajante.blogspot.com/

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Isso foi muito querido. Oww. :D
      Obrigado. E claro, fica à vontade.

      Eliminar
  7. concordo com o que disseste, mas como também frisas no final :'' foi feliz'' e isso é o que todos nós devemos ser ou pelo menos tentar!
    beijinhos

    ResponderEliminar
  8. Muito obrigado por seguires, sigo de volta :)

    ResponderEliminar
  9. Muito bonito o seu texto,
    gostei muito do seu blog :)
    Abraços

    ResponderEliminar
  10. belo texto, sem dúvida, obrigado por teres passado no meu blog :)

    vou seguir-te também (sou copião :b)

    Abraço!

    www.goncalofilipeglopes.blogspot.pt

    ResponderEliminar
  11. Amei o texto, a forma como te expressas-te deliciou a alma a cada palavra que os meus olhos leram! Simplesmente adorei, a maneira como colocas os sentimentos nas palavras é fascinante... a cada palavra não conseguimos ficar indiferentes! ADOREI!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Oww, obrigado pelas palavras simpáticas, e pelos elogios é claro. :)

      Eliminar
    2. Não tens que agradecer, foram palavras sinceras!

      Eliminar
  12. Relejoeiro, cá estou eu de volta, espero que não te faça sentir mal por isso!! Ah agradeço o teu comentario (:
    Sabes? Não quero que agradeças, nem quero que me sigas por eu te ter seguido, quero que aceites o elogio e que se gostares do meu espaço, do vento que lá atravessa, tudo bem, sê meu leitor que eu te darei um abraço, um de alma, forte *

    Pensando com Arte,
    http://bllmaescritadeumcoracaoviajante.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ah, por favor, eu não sigo ninguém só porque me segue... se eu não me identificar nada com o blog, não é por a pessoa me seguir que eu vou ter o frete de levar com os posts de alguém com quem não me identifico. Fiz-me entender ou isso foi uma confusão? :s
      Well, que ninguém se sinta insultado, mas não sou do tipo de andar aí a pedir seguidores, nem sou do tipo de seguir qualquer porcaria que as pessoas se levam de escrever. :l Portanto, pessoas que eu sigo, mesmo que eu seja um pouco desligado dos blogs às vezes (porque não dá para estar ligar com todo o mundo) não estou seguindo porque me segue, e sim, porque gostei do seu cantinho.

      Eliminar
  13. "Rostos manchados de lágrimas são vultos nos espelhos para os quais não olho, porque não preciso olhar. Aprendi a acreditar no que sou e em que sou, e então, a dor deixou de deslizar dentro de mim como um rio." adoro como escreves :)) sigo-te.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigado, sê bem-vinda. Tira os sapatos, sente-te em casa. Fica à vontade!

      Eliminar
  14. Ahh, eu sei, eu sei, caro amigo Relojoeiro, mas para te conhecer melhor coloquei essa duvida a mim e a ti, entendes?
    Sou como tu, o meu espaço é a minha casa, sigo quem realmente gosto e quem realmente irei LER e deixo que façam
    o mesmo comigo, entendes?? (:

    Um abraço de coração,
    Pensando com Arte.

    ResponderEliminar
  15. adorei o teu texto, gosto da forma como te expressas e espero que não voltem mais lágrimas de tristeza! mal acabei de ler este teu post lembrei-me de frase que é :''palavras leva-as o vento e ainda bem põe-me doente''

    ResponderEliminar
  16. Fico muito agradecida :)) quando estás a pensar em escrever de novo?

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Para breve... não gosto de marcar datas, porque isto de escrever surge naturalmente e quanto mais se pressiona pior é... mas em breve trago algo novo. (:

      Eliminar
  17. Cada vez me encanta mais, a delicadeza, a melancolia e a paz que encontro nos blogs de vocês, portugueses. Devo dizer que me surpreendo, não porque não ache que possam, mas porque eu, não consigo passar com tanta facilidade aquilo que me vem n'alma. Admiro quem o faz com tanta beleza. Lindo o seu texto...
    Abraços

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Muito obrigado pelas palavras, mas dizer que acompanho também blogs de brasileiros e são tão bons ou melhores que os nossos (de Portugal.) É como tudo. em todo lá há coisas boas e coisas más, incluindo no mundo da Blogger, claro.

      Eliminar
  18. Deixa-me que te diga que o texto é lindo. Muito bem escrito. Toca-nos o coração cada palavra que lemos e parece que, por momentos, estamos dentro de uma cena a filme a preto e branco. Não que o preto e branco seja mau, mas parece que as tuas palavras denotam uma certa nostalgia, uma nostalgia que dá gosto ler. Parabéns por esse talento!

    Inês,
    FORA DE TOM.

    ResponderEliminar
  19. Respostas
    1. Bom, não é tão fácil na prática como na teórica... mas cá se vai tentando!

      Eliminar
  20. escrever é fácil. sentir é para os fortes. e tu... és forte! tão bonito que até me deliciei.

    ResponderEliminar
  21. é, eu sei que sim! acabarei por me habituar :)

    ResponderEliminar
  22. Nossa! Escreves muito bem. Você me fez sentir como poucos autores o conseguem: com a alma em outro lugar. Pude me identificar com cada linha desse texto. Parabéns! Tens uma alma muito sensivel. Gostei muito do conteúdo do seu blog. Vou seguí-lo :)

    belezaeoutrosbabados.blogspot.com.br

    Escrevo também...

    ResponderEliminar
  23. olá , voltei ao meu cantinho :)
    gostava que passasses por lá e desses a tua opinião, obrigada <3

    ResponderEliminar
  24. Respostas
    1. Acho que estás a seguir em privado ou algo do género, porque o meu numero de seguidores aumentou para mais um, mas eu não consigo ver quem é na lista. :S

      Eliminar
  25. sim, acho que já estou a seguir. :)
    e obrigada, beijinhos. *

    ResponderEliminar
  26. Muito bom (: Já tinha saudades de cá passar...
    Concordo inteiramente contigo, isto só veio aumentar a agitação e causar polémica, foi um pouco fail...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. adorei essa ironia do '' um pouco ''.
      Foi quase Épico, Ricardo xD
      E sê bem-vindo para passares sempre que quiseres, já sabes ^^

      Eliminar
  27. E tenho ainda a dizer que os teus textos em conjunto com a tua música de fundo é... qualquer coisa (:
    Deu-me uma ânsia de escrever ao visitar o teu blog, basicamente x)
    E sim, tens mesmo de ir ver, é das melhores animações até agora deste ano! Quero saber a tua opinião depois.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Oww, obrigado ^^
      Podes passar sempre que quiseres, e sim, vou ver se trato disso! ahah

      Eliminar
  28. Ohh, fico imensamente feliz que tenhas gostado e já sinto falta de ler um novo texto teu, publica que eu leio com todo o coração <3
    Que saudade de vocês!!

    Passa por mim de novo e da a tua doce opinião,
    Pensando com Arte!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Vou já passar por lá (:
      Mais uma vez, obrigado pelas tuas palavras carinhosas.
      Até breve.

      Eliminar
  29. Ahh outra coisa : flores, imensas, para o teu fim de semana *

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Flores?! Não entendi porquê flores, mas obrigado, acho.
      Eu gosto de flores. (:

      Eliminar
  30. - amei :o força * sigo, segues de volta? :3

    ResponderEliminar
  31. (...) da próxima vez que as lágrimas tocarem no velho piano, que sejam lágrimas de emoção.(...) , espero verdadeiramente que essa melodia esteja para breve e que essa emoção seja realmente vivida !
    Gosto muito da maneira como trilhas as tuas palavras e como ao mesmo tempo te mantens tão "doce".

    Beijinho*

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Muito obrigado... com este frio, sabe tão bem palavras quentes!

      Eliminar
    2. Acima de tudo são palavras verdadeiras :)
      E gosto do que escreves, não o diria senão o sentisse realmente !
      Um beijinho*

      Eliminar
  32. tristeza aqui pois bem, caia fora!
    és lindo e tudo o que escreves também!
    amei teu blogue!
    sigo-te*

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Oww, Obrigado.
      Sê bem-vinda e fica à vontade! Sente-te em casa...

      Eliminar
  33. Adoro o que escreves, está tudo bem? desculpa intormeter-me, á algum tempo que não posts nada. Beijinho

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigado desde já pelo apoio.
      Comigo está tudo bem sim, apenas ando um pouco ocupado e confesso que a criatividade também não tem cá batido. Tenho várias coisas rabiscadas mas nenhuma acabada...
      Peço desculpa a todos os que estão à espera de um novo post pela demora.
      Vou tentar compensar na próxima...
      Um beijinho e um grande obrigado pela preocupação. (:

      Eliminar
    2. Todos temos momentos assim, não tens de pedir desculpa (:
      Beijinho .

      Eliminar
  34. Genial, te invito a pasar por mi blog...
    Abrazo, Germán.

    http://urbanmanbas.blogspot.com.ar/

    ResponderEliminar
  35. gostei deveras do teu texto. apenas uma coisa, (tenta) alinhar sempre o teu texto. esteticamente fica melhor e não parece tão irregular.

    ResponderEliminar