4.13.2013

Come Home


Eu queria pedir desculpas. Queria conseguir erguer a cabeça e deixar as palavras escorrerem de dentro de mim, com toda a sinceridade que o puro arrependimento pudesse provocar algures num fraco e covarde ser humano com pouco carácter. Persegue-me o remorso que me tira o sono. Esses olhos tristes, humedecidos pelas minhas atitudes; As minhas atitudes, que sempre achei correctas e me orgulhei. As minhas atitudes que sempre afirmei serem um molde exemplar para os que perderam a boa educação em algum lugar ou pelos que simplesmente nunca tiveram a sorte de a ganhar... Parece que perdi a minha algures também; Parece que sou tão igual aos demais quanto as nuvens cinzentas que escondem o sol num dia chuvoso de Janeiro que se afasta enquanto o vento te acaricia o rosto, nas horas mortas que passam sem dar conta. O teu sorriso apagado tortura-me. Evito pensar, mas essa pedra no sapato impede-me de continuar nos caminhos que procuro e não acho. Estendem-se as estradas à minha frente mas todas me levam em teu encontro e novamente se arrepiam os braços de sentir a tua respiração pesada, completa em tristezas quando antes era leve, suave e meiga como a brisa da Primavera.  Sinto-me aterrado; Aterrado não só por dizer o que disse, fazer o que fiz e pensar o que pensei, mas também pela minha cobardia, pelo medo que eu tenho de me aproximar e encontrar o que não quero sentir novamente na flor da pele, murcha pelo desgosto. De colocar sobre a mesa as minhas cartas quando és tu que tens os trunfos. De perder o jogo. De ganhar quem sabe mais um, na minha colecção de estilhaços de corações partidos e concertados pelo tempo. Queria-te de volta novamente. Recomeçar do zero e esticar-te a mão mas a tua voz continua a surgir na minha mente como um fantasma do silêncio. Passas por mim e a tua cabeça continua baixa, escondendo o olhar afogado em desilusões que eu plantara na varanda, junto das túlipas mortas pelo arrependimento. Dentro de mim surge a fogosa raiva por quem te magoou. A fogosa raiva que me consome e me queima, até que o que resta dessa covardia se converta em cinzas de arrependimento que, como o ditado diz, mata.

111 comentários:

  1. R: obrigada ;) sem querer eliminei o teu comentário, desculpa :s

    ResponderEliminar
  2. R: Porquê não perguntas a alguém para ir contigo?

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Já perguntei mas dizem que estão sem tempo ou sem dinheiro, ou que preferem fazer ao ar livre ou em casa. Enfim, estou cansado de convidar pessoas e nada.

      Eliminar
  3. Nem imaginas como é bom ler isso! escrever é a minha maior paixão e saber que aquilo que produzo é apreciado por outros dá-me a maior das alegrias. Uma vez numa aula ouvi uma frase ao acaso que neste momento é adequada... a professora disse que o objectivo dela nunca será chegar a muita gente, desde que alguém, uma só pessoa, valorize aquilo que faz, então já terá valido a pena tentar. Neste momento, é isso que sinto!

    Quanto ao teu texto, não quero propriamente de dizer que entendo o que sentes, porque na minha opinião, por muito que as pessoas se aproximem em certas situações, vivem-nas de formas muito distintas, por isso nunca ninguém percebe o que o outro está a sentir... no entanto, reconheço esse sentimento de remorso, e sei que se o tempo não o faz desaparecer, ao menos torna-o minimamente suportável...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Oh, ainda bem que eu te deixo assim. Realmente escreves muito bem e ler-te é como perder-me num livro. Também escrevo, algumas histórias mas não as público. Em tempos eu partilhava-as no blog mas ninguém além de uma amiga as lia. Era um pouco inútil estar a postar para alguém que podia simplesmente enviar por mail, e com medo que o meu trabalho fosse plagiado, decidi terminar o blog e começar um novo, que era um diário-de-adolescente muito piroso e vulgar mas que foi sendo modificado até ao que é hoje, e provavelmente não será novamente. Gosto mesmo muito do meu blog assim e é assim que a grande maioria o conheceu e decidiu seguir. :)

      Eliminar
  4. Não faço ideia:( E tambem é a uma segunda-feira-.-

    ResponderEliminar
  5. Aparece pelo meu blog as vezes que quiseres (: também te sigo!

    ResponderEliminar
  6. Respostas
    1. E está tudo bem? Espero mesmo que estejas bem ou pelo menos, em caminhos para isso. :)
      O pessoal do Blog está aqui para apoiar, como sempre. Gosto muito de ti, olhos-verdes.

      Eliminar
  7. oh , que fofo :D. Gostei imenso do post, escreves imensamente bem :D *-*

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Não consigo parar de te agradecer. Tratas-me tão bem. Obrigado. :)

      Eliminar
  8. gostei muito e de uma certa parte identifico-me escreves muito bem tive a dar um vistas de olhos e do pouco que li gostei e obrigada pelo o elogio a meu blogue de uma certa forma ;)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. De nada, não digo o que penso à espera de «obrigados» :) Mas é reconfortante saber que às vezes consigo roubar uns sorrisos. :)

      Eliminar
    2. tens toda a razão no que disseste,mas sabes que nem sempre é fácil
      e os obrigadas fazem parte da boa educação não conseguimos evitar

      Eliminar
    3. Tens razão. :) Resto de um bom fim-de-semana para ti.

      Eliminar
  9. senti cada uma das tuas palavras, talvez ela te perdoe..
    r: muito obrigado, vou tentar ser forte. afinal, tentei fazer alguma coisa, se não deu, não posso fazer mais nada s:

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Bom, enquanto seguidor estarei aqui para apoiar a tua decisão e dar-te coragem. :)

      Eliminar
  10. Texto muito bem escrito :))
    Palavras sinceras...
    Beijos <3

    ResponderEliminar
  11. Aqui está a apitadela:P
    r: Gostava de ir comer uma bela bifana(não como a mais de 1 ano) com amigos. Mas que amigos?:x

    ResponderEliminar
  12. R: Que giro chamares-te André :) E obrigada

    ResponderEliminar
  13. Foderam-nos o coração, tá visto. Pior, acho que fui eu quem o fez. Eu até que quero sentir mas depois penso nas porcarias que já aconteceram por causa de "sentir demasiado" então, opto por continuar desligada de tudo. Já me disseram "Não penses tanto, faz o que te apetece, só isso." Se calhar, até que nem era má ideia.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Estou exactamente na mesma situação, e sinto que é impossível meter tudo o que aconteceu para trás das costas e atirar de cabeça. É muito complicado. O nosso passado deixa sempre marcas e tenho mesmo muito medo de reviver as situações que com muito tempo e dor superei. O pior é que às vezes aparecem rapazes que eu sinto serem boas pessoas, que não me vão magoar e que eu podia arriscar a minha sorte e deixar-me ir, no entanto acabo sempre por fazer algo que mostra a minha falta de confiança, ou manifesto ter mil e uma inseguranças e afasto-os assim. Depois sinto-me um idiota e tento dar a volta mas é tarde demais. Nos momentos de pressão as marcas do passado voltam sempre e é como se eu não estivesse em mim. Sou totalmente domado pelo pânico de sofrer outra vez e esqueço os sentimentos dos outros...

      Eliminar
  14. Adoro a forma como escreves, és tão sincero.. Espero que tudo fique bem.
    R: O meu está assim porque às vezes por mais que tentemos e queiramos uma coisa, ela não pode e não vai acontecer, simplesmente não dá.

    ResponderEliminar
  15. Com aquele comentários deixaste-me sem palavras com o comentário, obrigado por tudo :D

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Não tens de me agradecer, tu sabes. Foi sincero mas fico feliz que tenha tido impacto. :)

      p.s- mete conversa comigo uma hora destas... É domingo e não há muitos carros.

      Eliminar
    2. oh , claro . Manda mensagem para o facebook que eu respondo . Os carros ao domingo são poucos xD

      Eliminar
  16. Respostas
    1. De nada Hanna, ora. Seguidores fofinhos estão aqui para tudo. :)

      Eliminar
  17. Respostas
    1. Alô :) Sê bem-vinda ao meu espacinho e fica à vontade Marley (:

      Eliminar
  18. Excelente, mais uma vez. A tua escrita é simplesmente fantástica :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Oh, obrigado querido. Estragas-me com elogios assim, eheh. :3

      Eliminar
  19. Às vezes é preciso coragem! Como se costuma dizer, o não já está garantido, só temos que arriscar para ver se conseguimos o sim :)

    ResponderEliminar
  20. O texto está muito bonito.

    http://deverasoriginal.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigado pela visita. :) Irei já retribuir. Boa noite.

      Eliminar
  21. R: E a verdade é que todas as manhãs acordámos com vista a encontrar a força que necessitámos. Não tens que agradecer, porque simplesmente adoro a forma como te expressas, volto a referir que é única!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. O comentário ao teu relativamente à minha postagem deixei como resposta ao teu comentário :), costumo deixar como resposta :)

      Eliminar
    2. Obrigado Daniela :) Gosto muito de te ter por cá. Irei passar agora a ler a resposta então. Um beijinho. Boa semana.

      Eliminar
  22. Goste do texto e identifiquei-me com algumas palavras! E com a musica a condizer ate me iam vindo as lagrimas aos olhos...
    Beijinhos

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Oh Jane, muito obrigado tanto pelas palavras como por me seguires. :)
      Irei passar pelo teu espacinho também. Até breve!

      Eliminar
  23. Respostas
    1. Oh obrigado pela visita e pelo elogio Nat. Tem uma boa semana.

      Eliminar
  24. Boa semana para ti tambem!! :D
    Mais um texto maravilhoso...conheço bem esse sentimento...remorços...recentemente livrei-me deles, sabes pedi desculpa a X pessoa e digo-te que me sinto outra...
    Espero que resolvas todos os teus problemas! Estarei aqui para o que precisares! :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigado AP, és uma fofinha. :) Tem um bom dia.

      Eliminar
  25. Eu acho que te ficava a matar ahah :)

    ResponderEliminar
  26. Respostas
    1. Sabes dizê-las de uma forma muito querida então. :P

      Eliminar
  27. muito obrigada, e sim todos vamos passar pelo mesmo :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. É verdade. Obrigado por visitares, fica bem fofinha. :)

      Eliminar
  28. "Queria conseguir erguer a cabeça e deixar as palavras escorrerem de dentro de mim, com toda a sinceridade..."
    Isso foi intenso, na minha opinião...
    Ás vezes erguer a cabeça é difícil, a gente sabe que é preciso, mas é difícil e não adianta forçar é algo que só acontece com o tempo.

    Muito bom o texto..
    Tenha uma ótima semana. Bjos..

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigado pela visita Dayane, Boa semana. Um beijinho :)

      Eliminar
  29. Grande postagem esta a tua de hoje, dei por mim a pensar, hoje fizeste-me fazer uma retrospectiva do que vive, e do que quero viver.
    Esta, deveras, muito bom.

    Abraço

    ResponderEliminar
  30. esses remorsos e esses arrependimentos só nos fazem crescer. força :).
    beijinhos

    ResponderEliminar
  31. R: De uma forma querida? Talvez ahaha :D E foi "assim assim" porquê? /: Conta-me tudo :p Espero que amanhã corra melhor :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Não me apetece muito chorar pelo leite derramado, não leves a mal mas já passou. Está tudo ok e amanhã vai estar ainda melhor. :) Obrigado pela preocupação. És mesmo querido.

      Eliminar
  32. Respostas
    1. eheh, vejo que és uma fofinha tontinha. Isso sim! :D

      Eliminar
  33. Respostas
    1. Porque eu digo que sim. :D estou-me só a meter contigo.

      Eliminar
  34. ah ah ah fazemos por isso , ele faz-me bastante feliz , e de facto se dura ou não para sempre só Deus é que sabe mas eu acredito que irá durar porque nós merecemos!!

    P.s : vais sim faço questão!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Oww que fofinha. Sim merecem. :) Convida quem-tu-sabes também para ser o meu par. :D

      Eliminar
  35. R: Mas não erraste no que disseste :P Porque eu sou mesmo tonta

    ResponderEliminar
  36. convido , mas não seria melhor perguntares-lhes tu ?

    ResponderEliminar
  37. Respostas
    1. Toda a gente tem um pouco de tontice. Não é defeito.

      Eliminar
    2. R: Ah pronto :P Assim já me sinto melhor

      Eliminar
    3. :) Não estou numa fase muito fácil...mas pronto, tenta-se

      Eliminar
    4. Oh, tudo melhora. Estou aqui para te dar ' abracinhos ' sempre que quiseres. :)

      Eliminar
    5. Ooh tão querido :) Desculpa dizer isto mas fazes-me lembrar o meu melhor amigo :$

      Eliminar
    6. :) Oh, obrigado. E porque pedes desculpa? Não foi nenhum insulto.

      Eliminar
  38. Identifica-se comigo o título "Dream On" :D

    ResponderEliminar
  39. Respostas
    1. ahah, faz isso. Contribui para as minhas vergonhaças! xD

      Eliminar
  40. R: Não tem problema nenhum, eu percebo. E peço desculpa por ter tocado no assunto! Não sou querido, simplesmente preocupo-me :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Não tens de pedir desculpa, não tem mal. Até foi fofo teres perguntado o que se passava e dares-me possibilidade de desabafar, simplesmente às vezes quando mais falamos do assunto mais sofremos e certas alturas são coisas tão idiotas que mais vale fingir que não aconteceu nada porque no dia seguinte já estará tudo bem. :)

      Eliminar
  41. R: Oh não sei :P Podias levar a mal por algum motivo

    ResponderEliminar
  42. O arrependimento não vale a pena, o que se deve fazer é seguir em frente e corrigir ou tentar corrigir os erros antes cometidos!

    ResponderEliminar